Serviços controle de estabilidade

Publicado em fevereiro 10th, 2018 | por Instacarro

O controle de estabilidade será obrigatório para todos os carros lançados no Brasil

É importantíssimo que o trânsito nas cidades e nas estradas sejam cada vez mais seguros e tranquilos para os motoristas trafegarem. Nesse sentido, alguns equipamentos e inovações tecnológicas vêm surgindo nos últimos anos para contribuir com isso. Um bom exemplo, com certeza, é o mecanismo que ajuda no controle de estabilidade.

Chamado de ESP (Programa Eletrônico de Estabilidade, tradução livre de Eletronic Stability Program), o sistema auxilia o carro a não derrapar em situações de curvas ou desvios sinuosos durante o trânsito. Com isso, evita-se boa parte dos capotamentos, além de várias batidas e outros acidentes que poderiam não ter acontecido.

Confira o post abaixo para saber mais sobre a importância desse acessório!

Como funciona esse controle de estabilidade?

Propiciar segurança para os motoristas é um dever das montadoras ao projetar e lançar novos modelos de carros. Nesse sentido, renovar os equipamentos disponíveis a quem dirige o veículo é, sempre, necessário. Os freios ABS são um bom exemplo de mecanismo que ajudam os motoristas a se sentirem mais seguros no trânsito.

Inclusive, esse equipamento já é um ítem obrigatório em todos os carros novos do mercado nacional. Tão importante quanto o ABS é o controle eletrônico de estabilidade, que faz com que o veículo se mantenha firme em meio a situações que podem fazer com que ele saia da sua trilha — curvas sinuosas, por exemplo.

Sua forma de funcionamento pode parecer, para algumas pessoas, um tanto complicado. Porém, o sistema é todo eletrônico — a única tarefa do proprietário do veículo, então, é apertar um simples botão para o mecanismo funcionar.

O controle de estabilidade age de forma direta nos freios, impedindo que o condutor se descontrole na direção em situações instáveis, como curvas e desvios. Analisando a frequência de rotação juntamente à velocidade, o sistema busca identificar o disco que estiver perdendo aderência com o solo.

Então, o freio daquela roda é acionado, a fim de compensar a perda de estabilidade e, consequentemente, impedir que o carro derrape ou, até mesmo, capote. A diferença feita pelo controle de estabilidade é nítida, se comparada com um outro veículo que não possua o sistema.

O ESC é mais importante do que você imagina

Tratando-se da segurança do nosso trânsito, é importantíssimo que haja uma uma contribuição vinda de todas as partes — motoristas, montadoras e Governo — para que, cada vez, seja mais seguro trafegar nas ruas. Para atingir isso, necessita-se muito mais do que as pessoas, simplesmente, serem educadas.

O próprio ESP (Programa de Estabilidade Eletrônica, tradução livre de Eletronic Stability Program) é um bom exemplo disso. Mantendo o controle de estabilidade em curvas sinuosas ou desvios de trajetórias, há muitos casos em que ele é necessário quando, na verdade, não houve falta de educação dos motoristas envolvidos.

Sistemas como esses são inovações tecnológicas que auxiliam o motorista a ter mais recursos para se manter seguro enquanto dirige.

Você sabia que é possível uma pessoa manter o controle de estabilidade da mesma forma que o ESP faz sem, necessariamente, estar dirigindo um carro que possua esse acessório? No entanto, para tal, é bem provável que sejam necessários vastos conhecimentos de física e pilotagem — semelhantes aos de um piloto profissional.

Tendo em vista a dificuldade que seria para uma pessoa comum aprender a manter o carro estável sem a necessidade do equipamento, as montadoras desenvolverem o mecanismo. De fato, ele é importante e ajuda muito em algumas situações de risco.

Em que situações posso desligar o controle de estabilidade do meu carro?

Sabendo que o ESP é um mecanismo importantíssimo de segurança, podemos acabar pensando o porquê de ele ser acionado por meio de um botão — nos dando opção de mantê-lo ligado ou desligado. Afinal, não faz tanto sentido alguém pensar em desligar esse sistema, não é mesmo?

Normalmente presente próximo ao câmbio, é opção do motorista apertar ou não o botão do ESP para escolher se a estabilidade eletrônica estará funcionando. Isso acontece pois, de fato, há algumas situações em que pode acabar sendo necessário o carro trafegar sem o auxílio do controle de estabilidade.

Um bom exemplo disso é em trechos off-road, nas estradas de terra. Em ocasiões como essa, é importante o carro derrapar um pouco para poder se estabilizar em um terreno que ofereça a tração ideal para o veículo trafegar. Dessa forma, as rodas acumulam um pouco de cascalho e terra, facilitando, assim, a estabilidade do automóvel.

Entre os carros luxuosos voltados para os trechos off-road, há alguns modelos que possuem dois tipos de sistema de controle de estabilidade: o Sport e o Race. Nesse caso, o veículo poderá utilizar o ESP nas estradas terra, pois o mecanismo se adaptará ao solo trafegado pelo carro — não necessitando, assim, desligar o sistema de estabilidade.

Equipamento está cada vez mais popular mesmo antes da obrigatoriedade

Em 2014, os freios ABS e o airbag frontal se tornaram obrigatórios para todos os veículos vendidos no Brasil — que fossem fabricados a partir daquele ano. Desde então, alguns outros projetos visando a obrigatoriedade de mecanismos de segurança começaram a aparecer. O controle de estabilidade, inclusive, estará presente em todos os modelos a partir de 2022.

Sendo um sistema um pouco mais complexo e tecnológico de se implementar, o prazo limite para as montadoras se adaptarem à medida é, de certa forma, extenso. No entanto, mesmo com quatro anos pela frente até que se estabeleça a obrigatoriedade, diversos modelos já estão recebendo o ESP antes de serem vendidos.

O Ka, da Ford, é o carro mais barato do mercado que possui o sistema de controle de estabilidade em sua composição. Além dele, modelos mais intermediários, com o Fiat Argo e o Fit, da Honda, também são vendidos, em suas configurações mais caras, com o ESP. Acima disso, na faixa dos R$ 80 mil para mais, o mecanismo é quase um ítem padrão em todos os modelos.

Quer vender o seu carro para poder adquirir um que possua o sistema de controle de estabilidade como acessório? Fazendo o processo com a Instacarro, você recebe o dinheiro no mesmo dia sem passar por nenhuma dor de cabeça. Agende uma inspeção gratuita do seu veículo e venha nos conhecer!

Venda o seu carro em 3 passos!


Sobre o Autor

A Instacarro é uma plataforma online de venda de carros usados determinada a revolucionar a indústria automobilística do Brasil. Para quem quer vender um carro usado, a Instacarro é a melhor opção!



Voltar para cima ↑