Guia Instacarro Prisma

Publicado em novembro 25th, 2017 | por Instacarro

O Prisma continua em alta no mercado!

O Prisma continua em alta no mercado! Instacarro

Avaliação Instacarro

Mercado
Custo/manutenção
Avaliação Instacarro

Summary: O Prisma já foi um dos carros populares do mercado. Atualmente, é um sedan bem equipado e estilos.

4.7

Estrelas


A categoria dos sedans já foi uma das mais predominantes do mercado automobilístico. Atualmente, está um pouco em segundo plano — ainda mais com a alta dos SUVs. No entanto, há alguns modelos que continuam se destacando. Um deles, indiscutivelmente, é o Prisma, da Chevrolet. O antigo popular é líder na sua categoria.

O modelo atual é mais estiloso e atrativo. A antiga versão, além de popular, era considerada muito “feia” na perspectiva dos consumidores. Vender um Prisma, no entanto, seja o antigo ou o novo, não deve ser uma tarefa difícil. Confira o post abaixo da Instacarro e saiba mais sobre a sua ‘vendabilidade’!

O mercado do Prisma

O Prisma da Chevrolet, antigamente, era considerado um dos melhores carros populares do mercado. Sedan de tamanho pequeno e, digamos, um tanto quanto simples, costumava ser um carro pouco tecnológico e atrativo. Entretanto, depois do lançamento da última geração, em 2013, esse cenário mudou.

O novo Prisma está muito mais bonito e estiloso do que o anterior, o que faz com os consumidores deem muito mais atenção ao modelo. Não à toa, o ano de 2014 — o primeiro ciclo completo de vendas da nova versão do Prisma — fora o de melhor comércio do sedan: 88.377 unidades do modelo da Chevrolet foram vendidas no ano da Copa no Brasil.

Porém, mais tecnologia, conforto e estilo possuem um preço. O novo Prisma, ao contrário da última versão do ex-popular, está bem mais caro do que o antigo — algo que, não necessariamente, é um problema, visto que oferece mais recursos. Quando lançado, o Prisma 2018 mais básico poderia ser comprado por uma bagatela de R$ 46.290.

A versão mais “top” do mesmo, então, chegou custando um preço bem maior: R$ 61.190, com motor 1.4 e câmbio automático. No entanto, ponderando toda a relação do custo-benefício da nova versão do sedan da Chevrolet, chega-se a um consenso de que vale a pena adquirí-lo.

O mercado, inclusive, concorda com essa afirmação: na categoria, o Prisma é sempre um dos mais vendidos. Mesmo com um preço mais alto, as vendas não despencaram — muito pelo contrário. Portanto, vender um modelo desses não deverá dar muito trabalho ao proprietário.  

Custo/manutenção do Prisma

Quando se trata de manutenção, a Chevrolet tem uma peculiaridade entre os seus modelos que chama muita atenção de quem deseja comprar um carro: são fáceis de se mexer. Qualquer mecânico tradicional de bairro poderá mexer tanto na versão LT quanto no Prisma LTZ — sem medo de que algo dê errado.

Além da facilidade de manutenção, a rede de concessionárias da Chevrolet no Brasil é, realmente, muito ampla. Em qualquer canto da cidade é possível achar uma. Para quem não confia em mecânicos comuns e prefere tratar com os técnicos da própria montadora, isso acaba sendo um bom negócio.

O Prisma, no entanto, não deve ser um carro que precisará de uma grande atenção para questões mecânicas como as que estamos falando. O sedan possui uma robustez de destaque na sua categoria. Problemas e imprevistos que necessitem de suporte de mecânicos não devem acabar sendo recorrentes. O carro, com certeza, aguenta muita coisa.

Além da questão da manutenção, o modelo também é econômico se tratando de revisão de veículos e de consumo de gasolina. Em trechos rodoviários, chega a fazer 12 km/L utilizando etanol — para um sedan de tamanho conforto, é um ótimo índice. Já as revisões possuem todas valores fixos. Não haverá surpresas financeiramente desagradáveis na hora de fazê-las.

Ou seja, o Prisma, além de possuir um bom apelo de mercado na sua categoria — é líder do segmento — também possui vários pontos positivos se tratando do seu custo/manutenção. São várias vantagens que nem todo mundo esperava encontrar em um Prisma.

Avaliação Instacarro de venda

O tanto que a Chevrolet acertou em lançar a nova versão do Prisma em 2014 não foi pouco, não. O sedan, atualmente, é o líder da categoria — o segundo colocado é o Voyage, da Volkswagen, que, além de não vender mais que o modelo da Chevrolet, é mais caro. Com isso, a montadora norte-americana está se consolidando ainda mais no mercado automobilístico.

Isso porque, além do Prisma, o Chevrolet Ônix também é líder — não só na categoria, como no mercado todo em geral. Ou seja, no quesito mercado, a montadora está emplacando vários sucessos. Quem pensa em comprar um Prisma visando a sua revenda dali a três ou quatro anos, não precisa se preocupar — vendê-lo é tarefa fácil.

Além disso, sua manutenção tende a ser uma das mais baratas dentre os sedans. Chevrolet é, digamos, uma marca “popular” se tratando de mecânica e reparos. Qualquer mecânico de esquina poderá mexer nele sem precisar de especificações e instruções complexas. Isso tudo tendo em vista que o carro é robusto e, consequentemente, deverá quebrar pouco.

O apelo de mercado do Prisma é, indiscutivelmente, chamativo. Receber uma nota da avaliação Instacarro de venda que fosse menor que a máxima seria uma grande injustiça com o sedan da Chevrolet líder da categoria.

Portanto, para quem quer vender o seu Prisma, é bem fácil. Mais ainda será caso o proprietário decida o fazer com a Instacarro. Aqui, o processo dura, no máximo, 90 minutos, e não envolve nenhuma dor de cabeça ou burocracia para o cliente. Entre no nosso site e agende uma inspeção gratuitamente!

Venda o seu Prisma em 3 passos


Sobre o Autor

A Instacarro é uma plataforma online de venda de carros usados determinada a revolucionar a indústria automobilística do Brasil. Para quem quer vender um carro usado, a Instacarro é a melhor opção!



Voltar para cima ↑