Fazer a revisão de veículos é importante para se vender um carro

16/11/2017 revisão de veículos

Qualquer veículo que tenha uma mecânica complexa necessita de manutenções e check-ups frequentemente. Seja um carro, um caminhão ou até mesmo um avião. É normal que tenhamos que levar o nosso automóvel a um mecânico de vez em quando. Porém, para potencializar ao máximo o bom estado do nosso carro, fazer uma revisão de veículos é essencial.

Ninguém poderia entender mais sobre o carro do que a própria concessionária que o fabricou, não é mesmo? Portanto, não tem erro: faça a revisão no período estabelecido. Isso, inclusive, pode ajudar em uma futura venda. Confira o post abaixo da Instacarro e saiba mais sobre a importância da revisão de veículos e como ela pode, de fato, ajudar a vender o seu carro!

A importância da revisão de veículos

O carro é um bem, faz parte do nosso patrimônio. Todos sabem disso. Em geral, custa-se bastante dinheiro comprar um automóvel. É por essas e outras que, normalmente, os proprietários cuidam muito bem do seu veículo — quase como se fosse um filho. Há, ainda, aquela máxima do senso comum: “o carro é como se fosse um membro a mais na família”.

Manutenções, com certeza, serão necessárias. Entretanto, para diminuir ao máximo o número de acidentes mecânicos no seu carro, realizar a revisão veicular sempre que indicado pelo fabricante pode ser uma boa ideia. Normalmente, ela acaba sendo feita de 10 em 10 mil quilômetros rodados — sempre trocando peças indicadas no manual.

Pelo fato de o automóvel estar frequentemente exposto a diversos agentes do meio externo e, também, por causa do desgaste sofrido com o tempo, ele precisa, periodicamente, passar por uma revisão de veículos. Claramente, o objetivo é potencializar a durabilidade do carro, bem como evitar que ele sofra uma perda total.

É importante lembrar que, por mais que o proprietário realize todas as revisões de veículos no cronograma certinho, ele deve, também, aplicar cuidados diários ao seu carro. Testar faróis, setas e luzes de ré e de freio são alguns dos procedimentos recomendados. Outros, como verificar o nível de óleo do motor e a calibragem dos pneus, podem não ser diários, mas merecem atenção frequentemente.

Portanto, fazer a revisão corretamente, sem economizar — ou seja, realizá-la sem atrasos —, é importante. Como dito, o carro é um patrimônio, que deve ser bem cuidado. Com todas as revisões e manutenções em dia, o proprietário pode até acabar tendo um leque maior de argumentos para negociar a venda do seu carro. A revisão traz mais benefícios do que o esperado.

O que realmente deve ser verificado na revisão?

Para todo fabricante que oferece uma garantia estendida para carros 0 km, há uma lista de itens a serem verificados em toda revisão de veículos. Todos os tópicos são obrigatórios. Nenhum proprietário pode escolher não passar por um dos procedimentos, por exemplo. No entanto, alguns deles, realmente, podem ser desnecessários nas primeiras revisões.

Limpar os bicos injetores antes do 30 mil km rodado, por exemplo, não é necessário. A não ser que, por acaso, o motorista tenha usado gasolina adulterada — quem usa gasolina podium com certeza nunca passará por esse problema. Porém, alinhar e balancear a carroceria do carro já é algo necessário a cada 10 mil quilômetros.

A pintura é outro ponto que também não precisa de manutenção até, pelo menos, os 20 mil km. Todos os carros saem de fábrica uma camada de verniz brilhante e que protege a pintura. Até a quilometragem citada, um enceramento a cada dois meses deve ser o suficiente para manter o brilho do veículo.

Substituir as velas a cada 20 mil km rodados e colocar aditivo na água do radiador são outros procedimentos necessários em uma revisão de veículos. A faísca produzida pelas velas perde intensidade ao longo do tempo, bem como deixa de queimar parte do combustível da câmara de combustão — mesmo o carro não falhando, deve ser trocada. Quanto a parte térmica, o aditivo na água do radiador prolonga a sua vida útil.

Alguns outros procedimentos também não se fazem tão útil quanto pensamos. Entretanto, mesmo com isso acontecendo, um ponto importante é: faça todo o processo. Já ouviu aquele ditado: “é melhor prevenir do que remediar?”. Então… Se tratando de revisão de veículos, e melhor não dar “sorte para o azar”.

Como a revisão de veículos ajuda na hora da venda

Lendo o post até aqui, fica claro que a revisão automotiva é importantíssima para manter o seu carro em ordem, não é mesmo? Ter o carro quebrado no meio de uma situação difícil, como no meio de uma estrada, com certeza, deve ser uma péssima experiência. Quem realiza as revisões, entretanto, dificilmente passará por essa ocasião.

Além de colocar a manutenção em dia, realizar todas as revisões e, principalmente, guardar todos os comprovantes das mesmas podem alavancar o preço final do seu carro em alguma venda futura. Compradores valorizam carros que estejam inteiros, óbvio, mas, nem sempre, conseguimos provar o real estado do nosso veículo.

Muitos já tiveram a horrível experiência de adquirir um carro usado “falso” — no sentido de que aparentava ser uma coisa, e, na prática, foi outra. Nesse caso, os gastos com mecânicos e trocas de peças podem acabar sendo exorbitantes. Há quem, poucos meses depois de comprá-lo, já quer se livrar do carro.

Nesse sentido, os comprovantes de revisões ajudariam, e muito, a vender o seu carro. Pense também no seguinte: você compraria o seu próprio carro? Se não, talvez esteja na hora de correr atrás e colocar em dias a revisão de veículos do seu modelo. Caso contrário, será ainda mais difícil vendê-lo.

Porém, para quem tem dificuldade em vender o seu próprio carro, há um “salva-vidas” que realiza esse processo em menos de duas horas: a Instacarro! Com a nossa empresa, não tem demora, dor de cabeça ou burocracia. Cuidamos de todo o processo para o cliente, que só espera e, no fim do dia, já está com o dinheiro na conta. Entre no site e confira!

Venda o seu carro em 3 passos

venda de carros

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *