Carros seminovos valem mais a pena do que um usado completo?

08/11/2017 carros seminovos

Em meio a um mercado com carros novos a um preço muito maior do que imaginávamos, os usados estão recebendo atenção especial dos consumidores. Nunca que pensamos que um simples carro de entrada necessitasse de uma bagatela de mais de R$ 40 mil. Nesse caso, optar por carros seminovos ou mesmo um usado completo pode ser a melhor opção tanto para o bolso do motorista quanto para o conforto da família.

Para quem busca durabilidade e economia, um carro seminovo é uma boa ideia. Ele já passou pela desvalorização inicial de um carro zero — em torno de 10 a 15% do valor da compra —, e é tão econômico quanto. Além disso, a quilometragem deverá ser baixa, visto que o carro é quase novo e com pouco tempo de uso.

No entanto, um usado completo também não é má ideia. Um carro robusto, com vários equipamentos como air bag, ar-condicionado digital e outros mimos pelo menos preço de um seminovo básico — já pensou? A escolha entre carros seminovos e um usado completo pode acabar sendo mais complicada do que parece.

Nesse post, falamos dos pontos bons e ruins envolvendo custos e benefícios dos carros seminovos e dos usados completos. Confira abaixo e saiba qual opção é melhor para você e o seu bolso!

Custo vs benefícios entre carros seminovos e usados completos

A verdade é que não existe, de fato, uma escolha melhor que a outra. É necessário o consumidor avaliar as suas necessidades para com o carro antes de decidir entre um seminovo ou um usado completo. É importante também, com certeza, saber os benefícios de cada categoria e os custos que ela proporcionará. Confira a comparação entre os seminovos e o usado completo:

Carros seminovos básicos

Para quem vive na estrada, provavelmente, um carro seminovo pode acabar não agradando tanto quanto um usado completão. Na mesma faixa de preço entre os dois, o motor do seminovo deverá ser 1.0, enquanto o do completo, no mínimo, 1.6 ou até 2.0. Para o quesito desempenho e até em ultrapassagens, a primeira opção talvez seja insatisfatória.

No entanto, para quem busca economia, o seminovo, com certeza, é o mais adequado. Motores 1.0, naturalmente, consomem menos combustível do que versões superiores. Não é à toa que os melhores carros populares são os mais visados para quem não quer ter muito gasto com automóveis.

A manutenção também é mais barata nesse caso. Carros novos, peças novas. Ou seja, mais durabilidade da mecânica do seminovo, se comparado a um usado de mais rodagem. Carros mais completos, inclusive, possuem peças mais caras e sofisticadas. Com isso, alguns usados podem acabar vindo com preços impraticáveis de manutenção.

Além de tudo isso, a força da revenda de um carro mais novo é mais sempre maior do que a de um usado, mesmo completo, antigo. Queira ou não, a maioria dos consumidores sempre visam os mais baratos e econômicos. Comprar carro seminovo, nesse caso, provavelmente será a melhor opção para o motorista.

Carro usado completo

Se carros seminovos são insatisfatórios para longas distâncias, um usado completo com certeza não deixará o motorista na mão. Com motores mais fortes e potentes, o desempenho certamente é muito superior ao de um seminovo 1.0. Além disso, o conforto dos acessórios e equipamentos extras de um carro completo também é um algo a mais interessantíssimo para quem dirige.

Quanto ao conforto, inclusive, vale a pena pensar se os equipamentos oferecidos por um usado completo farão diferença no seu dia a dia. Para quem fica boa parte do tempo dentro de um carro, ter um ar-condicionado de qualidade para o verão ou mesmo uma direção hidráulica para manobrar faz muita diferença.

Os equipamentos a mais também contribuem para um outro fator importante: a segurança. A robustez de um usado maior e melhor equipado pode garantir o bem estar tanto do motorista quanto dos passageiros em um possível acidente. O airbag, por exemplo, é um equipamento importantíssimo que, em carros seminovos 1.0, é muito difícil de achar.

Por mais que a força da revenda de um usado completo não seja igual a de um seminovo, a sua depreciação de carro para o valor de uma futura negociação cai menos do que carros mais novos. Portanto, uma possível venda pode trazer um bom retorno financeiro ao dono.

O que é melhor: carros seminovos básicos ou usado completo?

Antes de pensar em pedir um financiamento de carros seminovos ou de um usado completo, é importante que o consumidor saiba perfeitamente das suas necessidades para com o automóvel e, principalmente, da sua disposição. Não adianta comprar um usado completão que tenha uma manutenção cara se não estiver disposto a abrir o bolso para consertá-lo, não é mesmo?

Assim como não vale a pena comprar um seminovo do mesmo preço que um completo para depois se arrepender de não poder possuir o conforto e a segurança que o outro proporciona. Ainda assim, há quem tenha a grana para manter um usado completo e, mesmo assim, não vê sentido em gastar muito com um automóvel.

Tudo depende, única e exclusivamente, do motorista que dirigirá o carro. É ele quem tem de saber se o veículo o agradará ou não. Tanto em relação ao próprio automóvel quanto ao lado financeiro. O custo-benefício é algo muito pessoal e intransferível — por mais que as concessionárias apontem um ou outro modelo como sendo “a melhor escolha de custo-benefício”.

Portanto, antes de escolher qual tipo de carro comprar, saiba as suas necessidade, a sua disposição e, principalmente, o quanto dinheiro tem no seu bolso. Loucuras por carros seminovos e usados não são recomendadas.

Há quem queira vender o automóvel atual para trocar por um dos carros seminovos ou mesmo um usado completão mais barato. Nesse caso, a Instacarro é uma ótima opção para ajudar você a vender o seu carro. Com a gente, não tem dor de cabeça e, muito menos, burocracia: o pagamento é feito no mesmo dia! Acesse nosso site e agende uma inspeção!

Venda o seu carro em 3 passos

venda de carros

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *