Os 10 carros mais econômicos do Brasil

25/09/2017 carros mais econômicos

Ter um carro na garagem implica em várias despesas que vão além das prestações do automóvel: IPVA, manutenção, pedágio… E essas são só três de várias outras que podem custar caro no seu bolso. Ter planejamento na hora de comprar um carro é fundamental para, no futuro, não se apertar com contar e ter de trocar o veículo por um mais barato. Entretanto, há uma despesa em especial que os consumidores se atentam quando estão procurando um carro novo: o consumo. Ter de colocar gasolina no automóvel frequentemente pode ser chato, além de nos dar a sensação de gasto de dinheiro constante. Pensando nisso, muita gente busca saber quais são os carros mais econômicos do mercado.

Carros populares podem não ser os mais estilosos e equipados, mas o fato de, em sua grande maioria, consumirem pouca gasolina chama atenção. Claro que, independentemente do motor do carro ser propenso a andar mais quilômetros por litro do que a média, o uso do combustível depende também do próprio motorista. Acelerar e frear demais, rodar com o carro estando muito pesado ou mesmo utilizar o ar-condicionado o tempo todo são alguns fatores que implicam no consumo de combustível.

Levando em conta essa discussão envolvendo economia e mobilidade, a Instacarro desenvolveu, utilizando como base os dados do Inmetro, um infográfico demonstrando quais os dez carros mais econômicos do Brasil. Confira abaixo!

Top 10 carros mais econômicos

Para ajudar o consumidor a decidir qual carro econômico comprar, a fim de gastar o mínimo possível com despesas além das prestações do veículo, o Inmetro criou um programa de eficiência energética que aponta os gastos dos veículos com gasolina, etanol e diesel na cidade e nas estradas. Os dados ajudam a saber quais os carros mais econômicos disponíveis no mercado brasileiro. Confira o top 10:

Fonte: site das montadoras

Renault Kwid

Lançado de vez ao mercado em agosto de 2017, o Kwid é recente e, por isso, ainda não se espalhou pelas ruas. Entretanto, isso não deve demorar a acontecer. O novo hatch subcompacto da Renault atinge incríveis 14,9 km/L de média de consumo na cidade, chegando a 15,6 km/L em estradas. Para quem deseja economizar no combustível, o Renault Kwid pode ser interessante, pois é o carro mais econômico do Brasil.

Peugeot 208

Esse já é mais conhecido dos consumidores. No mercado desde 2013, o 208 de motor 1.2, em seus dois primeiros anos de comercialização, vendeu mais de 20 mil unidades. Provavelmente, um dos principais motivos foi o seu consumo: 14,8 km/L na cidade e 15,8 km/L em estradas – maior até que o Kwid da Renault.

Citroen C3 

O Citroen C3 é outro entre os carros mais econômicos que marca presença pelas ruas do Brasil há um bom tempo. O moderno motor 1.2 PureTech – o mesmo do Peugeot 208 – o permitiu aparecer no ranking. Na cidade, atinge um consumo de 14,3 km/L, enquanto, na estrada, consome, em média, 15,6 quilômetros por litro de gasolina.

Volkswagen UP!

Lançado ao mercado em 2014, logo em seu primeiro ano, o UP! vendeu mais de 58 mil unidades. O carro é leve e de uma dirigibilidade muito boa, o que facilita para que o desempenho e o consumo sejam ótimos. Nas cidades, o Volkswagen UP! chega em 14,3 km/L de média de consumo, enquanto, na estrada, atinge 16,3 km/L – a maior entre os carros mais econômicos.

Fiat Argo

Outro modelo que chegou recentemente ao mercado – em junho de 2017. No mês de agosto, dois meses apenas após o lançamento, o Fiat Argo atingiu 4 mil unidades vendidas, mostrando que pode, sim, cair no gosto dos consumidores. Atinge uma média de consumo de 14,2 km/L na cidade utilizando gasolina, e 15,1 km/L nas estradas.

Renault Logan

No mercado há 10 anos, o Logan já esteve melhor posicionado no ranking de vendas – em 2014, por exemplo, atingiu 46 mil unidades vendidas. Porém, o seu consumo sempre o destacou, ainda mais por não ser considerado um carro popular. Na cidade, consegue marcar uma média de 14 km/L. Já em estradas, o Renault Logan costuma fazer quase 15 quilômetros por litro.

Fiat Mobi

O Mobi, um pequeno compacto que chama atenção pelo seu estilo e design moderno. Em 2016, seu ano de lançamento, vendeu 28 mil unidades do modelo. Porém, o carro não é só estilo: possui câmbio automatizado de 5 marchas e uma ótima média de consumo. Atinge 14 km/L nas cidades e 15,9 km/L em estradas.

Ford Ka

Outro compactado veterano que, ainda hoje é, além de um dos carros mais econômicos, um dos mais vendidos do Brasil. Em 2015, passou de incríveis 90 mil unidades vendidas. O consumo do Ford Ka é um dos melhores, tornando-o um dos carros mais econômicos do mercado: 13,5 km/L na cidade e 15,7 km/L na estrada.

Ford Ka+

A versão três volumes do Ford Ka não conseguiu atingir um consumo melhor do que o modelo standard, mas, ainda assim, o resultado é ótimo: 13,2 km/L nas cidades e até 15,3 quilômetros por litro em estradas. O modelo Ka+ é um sedan, tornando-o competidor direto do Renault Logan, outro presente na lista dos carros mais econômicos.

Fiat Uno

De todos os carros mais econômicos da lista, esse é o mais antigo. Interminável, o Uno teve sua primeira versão lançada em 1984. Em 2011, bateu o seu recorde de vendas no ano, com mais de 270 mil unidades comercializadas. Em termos de consumo, o Uno agrada: 13 km/L na cidade utilizando gasolina e atinge 15 km/L com o mesmo combustível nas estradas.

Como tornar o seu carro mais econômico

De vez em quando ficamos perplexos que, mesmo colocando combustível recentemente, o medidor do painel do carro já está chegando bem perto do vermelho, indicando que é melhor colocar mais gasolina antes de esvaziar o tanque. Isso também nos faz pensar se a quantidade abastecida é o suficiente para fazer um deslocamento longo, por exemplo. Entretanto, há algumas maneiras de tornar o seu carro mais econômico, sem precisar fazer nada de muito especial no veículo. Os segredos estão mais na forma como você dirige.

Uma das principais dicas é dirigir mais suavemente,sem acelerar demais ou frear bruscamente, pois gastam muito combustível. Tente verificar a calibragem dos pneus, pelo menos, uma vez ao mês. Mesmo que estejam meio vazios, o consumo de gasolina aumenta. Rodar com o carro muito pesado também pode prejudicar o seu desempenho. Por exemplo: se o porta-malas estiver muito cheio, mais combustível será necessário. Portanto, tudo o que for desnecessário, retire. E, ainda que pareça bobo, é bom não fazer diversos pequenos percursos com o veículo. O carro consome mais combustível quando está com o motor frio – é melhor realizar uma viagem só para tudo que precisar fazer. Tornar os carros mais econômicos pode envolver tarefas um pouco chatas de se fazerem.

Quer vender o seu carro para adquirir um dos carros mais econômicos do momento? A Instacarro compra o seu carro em até 90 minutos, sem fazer você passar por nenhuma dor de cabeça. Entre no site para receber uma cotação grátis do seu carro!

venda de carros

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *